Menu

Próximo sorteio da Super Data Premiada acontece em agosto; confira o horário do comércio

O Dia dos Pais será comemorado no dia 14 de agosto. No sábado seguinte (20/08), na Praça de Palmeiras, acontecerá o terceiro sorteio da campanha Super Data Premiada 2016. O prêmio será mais uma moto Yamaha 0 km. As lojas participantes estão entregando os cupons aos clientes a cada R$ 20,00 em compras. Clique aqui para ver a lista de lojas participantes.

 

Horário do comércio ampliado

 

No sábado que antecede ao Dia dos Pais, 13 de agosto, o comércio de Ponte Nova está autorizado a funcionar em horário especial. As lojas poderão abrir de 8h às 18h, segundo o Decreto Municipal no 10.217/2016.

 

Leia mais ...

Fecha Cooperouro entra Supermercados BH em Ponte Nova

Em Ponte Nova, o Diretor Presidente do Supermercado Cooperouro, Jose Tavares, anunciou a imprensa e associados, o encerramento das atividades do supermercado em Ponte Nova.

Segundo o presidente, a loja de Ponte Nova, não vem atendendo as expectativas da Cooperativa, e culpa o momento econômico que o país está vivendo.

Para ele, “…  panorama de hoje está completamente adverso daquele de 2014, quando idealizamos abrir a loja aqui na cidade. A realidade era outra, mas hoje neste cenário, não podemos continuar”, disse José Tavares.

Segundo Tavares, o Cooperouro, em 2 anos conseguiu mais de 5 mil associados, mas não foi o suficiente, “…a vinda do EPA, e o nosso péssimo marketing, contribuíram para aumentar o déficit”, garante Tavares.

Tavares disse que a loja funcionará até 30/07, e todos os funcionários, em número de 47, serão indenizados.

Ele anunciou que a Rede de Supermercado BH, assumirá a loja, não sabendo a partir de quando a rede começará a operar.

Para ele, há uma grande possibilidade de todos os funcionários serem aproveitados.

Tavares agradeceu a recepção que teve na cidade, “…o povo de Ponte Nova nos acolheu, agradecemos de coração, mas infelizmente não podemos continuar. Nada impede que no futuro podemos voltar á cidade com novos investimentos”.

A loja de Mariana também ficará com o Supermercados BH. A Cooperouro ficará apenas com os dois supermercados de Ouro Preto.

 

Unidade Notícias

Leia mais ...

Domingo 24/07 na praça de Palmeiras tem Encontro de Bandas !

No próximo domingo, 24/07,  a partir das  9h, tem encontro de bandas na Praça de Palmeiras !

O evento é parte integrante do 10 Festival de Inverno de Ponte Nova

Leve a família, convide os amigos para mais este grande espetáculo cultural em nossa cidade !

Realização:

Prefeitura Municipal de Ponte Nova

Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Corporação Musical Santíssima Trindade

Corporação Musical União 7 de Setembro

 

Fique por dentro de toda programação acessando o site abaixo:

www.festinvenopontenova.com.br

 

 

Leia mais ...

21 CIA PM IND – PM realiza apresentação teatral do “Túnel das drogas”

 

21 CIA PM IND – PM realiza apresentação teatral do “Túnel das drogas”

 

A Polícia Militar de Rio Casca em parceria com o Conselho Municipal Antidrogas (COMAD)  promoveram uma semana inteira de conscientização sobre os malefícios causados pelas drogas. Policiais Militares do 18º Batalhão demonstraram através de um teatro interativo o “Túnel das drogas”. O evento teve início no dia 11/07, encerrando com uma caminhada contra as drogas na sexta-feira, 15/07.

 

A equipe responsável pela peça teatral  “Túnel das drogas” é composta por cinco policiais militares integrantes da Patrulha de Prevenção ás  Drogas do 18º BPM, sediado em Contagem. Durante a apresentação foram demonstradas através de encenações todas as fases do uso das drogas.  

 

O teatro, por meio de encenação/dramatização, permite ao público experimentar de forma lúdica as vicissitudes das drogas. Através da interatividade leva o sujeito a compreensão de que ele é responsável por suas escolhas e como tal, sua responsabilidade não se restringe apenas no âmbito pessoal, mas também social e coletivo.

 

O cenário é composto por oito encenações sobre as conseqüências das drogas:

 

1 –Prazer e embalos: drama vivido pela família; armadilha do tráfico a fim de mascarar as drogas como prazer e diversão;

 

2 – Tráfico: risco de ficar preso ao prazer momentâneo e conseqüentemente ter que recorrer aos locais de risco (boca) constantemente; momento em que os traficantes aliciam o usuário;

 

3 – Prostituição e pequenos furtos; o usuário faz qualquer coisa para adquirir a droga, como pequenos furtos, prostituição, podendo chegar até aos crimes violentos, como por exemplo assalto;

 

4 – Dor e sofrimento: o indivíduo se torna um problema para a sociedade; dor e sofrimento para a família podendo cometer até homicídio para conseguir seu intento;

 

5 – Cadeia: passando a cometer delitos torna-se procurado pela polícia e acaba sendo preso.

 

6 – Depressão e suicídio: passa a viver para a droga e não vê mais saída;

 

7 – Morte: o fim de alguns usuários;

 

8 – Relexão, saída, esperança: objetivo deste cenário é conscientizar o público da necessidade de se buscar ajuda especializada para atendimento aos dependentes químicos e familiares, associando-se ao tratamento a mudança de hábitos, compreendendo o ser humano como um ser biopsicossocial e espiritual.

 

No encerramento houve interação entre as crianças através de uma partida de futebol no CRAS; premiação dos vencedores participantes do concurso de paródia com o tema "O Mundo Novo Somos Nós”; apresentação do CANIL da 12ª Cia MESP sediado em Ipatinga.

 

 

 

 

Leia mais ...

Ponte Nova a Belo Horizonte a partir de agosto terá opção aérea

Codemig e SETOP promovem a interligação de 12 municípios com a capital

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, está iniciando a implementação o Projeto de Integração Regional de Minas Gerais - Modal Aéreo (PIRMA). A partir da 2ª quinzena de agosto, os doze municípios da primeira fase do projeto - Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Juiz de Fora, Muriaé, Patos de Minas, Ponte Nova, São João Del Rei, Teófilo Otoni, Ubá, Varginha e Viçosa - passarão a contar com voos fretados para Belo Horizonte. Essa iniciativa inédita responde às diretrizes estratégicas do plano de governo de levar ações de desenvolvimento econômico aos diversos territórios de Minas Gerais.

Para tornar viável a interligação aérea do interior com Belo Horizonte, a Codemig realizou pesquisa de mercado ouvindo mais de 2.100 pessoas em 31 municípios, verificou a aceitação do emprego de aviões monomotores de baixo custo operacional, e assumiu o risco econômico do empreendimento afretando aeronaves para o transporte não regular de passageiros e cargas. Vencedora da licitação pública na modalidade de Ata de Registro de Preços foi a empresa Two Taxi Aéreo Ltda., que opera desde 2001 aviões Cessna Grand Caravan 208 B homologados atualmente pela ANAC para o transporte de 9 passageiros. Para a venda dos assentos de cada voo, a Codemig licitou a operação de e-commerce. Os vouchers poderão ser adquiridos por meio de aplicativos para tablets e smartphones ou pelo sitewww.voeminasgerais.com.br.

Na primeira fase do PIRMA serão 60 voos semanais ligando o interior a capital. Cada voo cobrirá em média 200 km, terá duração de 40 minutos e custará cerca de R$ 300,00 por passageiro. As rotas e frequências dos voos foram definidas preferencialmente para cidades não atendidas pela aviação regular, tomando-se como referência a demanda de passageiros em função do preço do voucher. Em uma segunda etapa, confirmada a sustentabilidade técnica e econômica do projeto, serão incluídas novas localidades, além de aumentada a frequência dos voos. O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, destaca o papel de fomento da economia através do modal aéreo: “Nosso objetivo não é competir com a aviação comercial tradicional, mas criar um modelo sólido e viável para complementá-la, usando empresas privadas e a infraestrutura aeroportuária já instalada. Tenho esperança de que, conectando uma oferta de transporte aéreo eficiente e de baixo custo a uma demanda de passageiros ansiosa para ter acesso ao serviço, o PIRMA alcançará uma operação sustentável, com pouco ou nenhum subsídio econômico da Codemig. Ao encurtar distâncias, o transporte aéreo estimula negócios e dinamiza a economia de toda uma região. A aviação é sempre um fator de transformação de pessoas e de territórios”.

Segundo o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, o PIRMA é de extrema importância para o incremento das atrações turísticas de Minas Gerais. “Acreditamos que essa iniciativa da Codemig irá fomentar o turismo em Minas, principalmente nas áreas de negócios e lazer. Os turistas serão beneficiados com ampla facilidade de mobilidade e consequentemente pelo intercâmbio entre as regiões. Além disso, haverá um crescimento considerável na receita ligada diretamente ao turismo”.

O Projeto

O projeto visa fomentar os negócios regionais, desenvolver o turismo e facilitar o deslocamento de moradores do interior a Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis na capital.  Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico e indispensável para atender a meta de redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento criados pelo Governo do Estado. 

A iniciativa é uma parceria da Codemig com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, SETOP. Segundo o secretário, Murilo de Campos Valadares, o incremento de investimentos na infraestrutura dos Aeroportos Regionais, tanto em instalações físicas quanto em equipamentos, é necessário e requer ações imediatas: “A alavancagem de investimentos em infraestrutura é fundamental para que o Estado de Minas Gerais que, há mais de uma década permanece estagnado em sua participação na composição do Produto Interno Brasileiro (PIB), volte a crescer, fixando empresas e mão-de-obra qualificada. Isso passa, dentre outras medidas necessárias, pela reestruturação da rede de aviação regional, com expansão da oferta de transporte”.

Aeroportos

Segundo informações da Agência Nacional de Aviação Civil, Minas Gerais conta atualmente com 121 aeródromos privados e 86 públicos. A administração, manutenção e exploração dos aeródromos públicos são atribuições da União.  Porém, a SETOP vem trabalhando em processos de delegação União – Estado, possibilitando investimentos do governo estadual em reformas e melhorias, e posterior delegação aos municípios ou empresas, para operação e manutenção. Esse é o caso do Aeroporto do Vale do Aço. Após a assinatura de um convênio de delegação da União para o Estado, o aeroporto está em processo licitatório para concessão, no mesmo modelo adotado para o Aeroporto Regional da Zona da Mata.

 

Visite o site da CODEMG e fique por dentro dos horários e valores:

http://www.voeminasgerais.com.br/

Leia mais ...

Comitiva de PN na posse de padre José Luiz

Nomeado em 1º/7,  padre José Luiz da Silva tomou posse na noite de 15/7 como administrador  da Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Caranaíba, cidade da Região de Carandaí.

A celebração foi presidida pelo vigário-geral da Arquidiocese de Mariana, monsenhor Celso Murilo, e contou com presença de comitiva  de Ponte Nova. Durante a celebração, discursou a agente de pastoral Geralda Duarte, destacando os vínculos de amizade que o padre deixou na Paróquia São Pedro, a partir da sua Igreja Matriz, localizada no bairro Palmeiras.

No final da missa, cantou-se a música "Amigos para Sempre", que ilustra as amizades que padre José Luiz fez nesses 17 anos de Ponte Nova. Em seguida, jantar de confraternização, depois do qual os pontenovenses fizeram a viagem de volta num ônibus e numa van.

Padre José Luiz estava em Conselheiro Lafaiete - onde mora a sua família -  desde o 2º semestre de 2015, quando se afastou da Paróquia São Pedro, com a informação - divulgada nesta FOLHA - de que o arcebispo de Mariana, dom Geraldo Lyrio, lhe concedera férias.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: www.folhadepontenova.com.br

Leia e assine a Folha de Ponte Nova

Leia mais ...

Mulher é presa após assalto em Guaraciaba


A PM de Guaraciaba prendeu em flagrante uma mulher após cometer um assalto no interior de uma loja situada na Travessa Manuel Alves Vilela, Centro, Guaraciaba/MG. O fato ocorreu nesta segunda-feira e todo o material subtraído foi recuperado.

A PM foi acionada por populares que presenciaram o delito, repassando as características físicas da autora, bem como a rota de fuga. Diante das informações, os policiais militares adentraram no interior do Hospital Santana onde supostamente ela teria homiziado a fim de localizá-la.

Durante a intervenção policial a autora foi localizada, porém, já com as vestes trocadas. Ao ser abordada negou a autoria do delito e disse que estaria no local por questões de saúde. Contudo, ao realizar buscas nas imediações do Hospital a PM encontrou uma sacola plástica contendo em seu interior os materiais roubados: um celular LG; uma pasta contendo várias fichas e notas promissórias de clientes e a quantia de R$20,00.

A vítima e testemunhas reconheceram a mulher como sendo autora do roubo, sendo que no momento trajava roupas de motoqueiro e um capacete cor vermelha e touca cobrindo o rosto. Durante o registro do BO a autora confessou o delito, assumindo a autoria. O veículo utilizado na prática do crime, uma CG 150 Titan de cor preta, foi apreendida e removida ao pátio credenciado.

Leia mais ...

Ocorrências Policiais em Ponte Nova e Região

21 CIA PM IND – PM recupera duas motocicletas furtadas

A Polícia Militar de Ponte Nova recuperou duas motocicletas na tarde de sexta-feira, 15/07, produtos de furto. A PM chegou até ao local onde os veículos foram abandonados através de denúncias anônimas pelo telefone 190.

 

As informações davam conta que uma motocicleta estava abandonada na Fazenda Ranchos Novos, Zona Rural Ponte Nova e a outra no Distrito de Vau Açu. A PM deslocou até a localidade e encontrou as motocicletas que haviam sido furtadas em data pretérita.

 

Os veículos foram restituídos aos respectivos proprietários pela autoridade competente ficando satisfeitos com a recuperação do bem.

 

21 CIA PM IND – Duas armas de fogo são apreendidas intervenção policial

 

Na noite de sexta-feira, 15/07, a PM apreendeu duas armas de fogo de fabricação caseira e duas munições durante intervenção policial decorrente de uma ameaça. O fato ocorreu á Rua Piauí, Bairro Triângulo Novo - Ponte Nova / MG

 

A vítima solicitou a presença policial alegando que o autor estava muito exaltado e de posse de uma barra de ferro teria ameaçado em agredi-la. No local dos fatos os policiais militares depararam com o autor de posse de uma faca e resistia passivamente à ação policial.

 

Após intensa verbalização o autor jogou as armas brancas pela janela, sendo então contido e algemado. Durante busca no recinto foram localizadas duas armas de fogo de fabricação caseira e duas munições. O autor foi conduzido a delegacia juntamente com os materiais ilícitos apreendidos.

 

21 CIA PM IND – PM prende autores de furto/receptação

 

Na manhã de sexta-feira, 15/07, um homem adentrou em uma residência situada á Rua Morro do Cruzeiro, Centro, Jequeri, subtraiu um revólver calibre .22 carregado com sete munições, um coldre com mais seis munições do mesmo calibre, oitocentos reais em dinheiro e um aparelho de telefone celular. Ele acabou sendo preso pela PM e autuado pela autoridade competente.

 

Através de denúncias anônimas a PM tomou conhecimento da autoria do delito, iniciando então um intenso rastreamento logrando êxito na localização do suspeito em um lote vago. Foi realizada a abordagem e busca pessoal e nada de ilícito foi encontrado. Os militares realizaram buscas nas imediações a fim de localizar os materiais subtraídos, porém sem êxito devido à densa vegetação no local. O suspeito negou a autoria do delito.

 

Novas denúncias através do 190 noticiavam que o suspeito teria entregado a arma de fogo para J.D.A.M, todavia, ao seu localizado confessou que teria recebido das mãos do suspeito M.S.L. a arma de fogo, mas que teria passado logo em seguida para M.J.L.S.

 

Os materiais furtados não foram encontrados. Os suspeitos foram conduzidos a delegacia e autuados em flagrante pelos crimes de furto e receptação. Na casa da vítima foram encontradas mais seis munições intactas sendo conduzido por posse irregular de munições.

 

Nota: A idéia de que ter uma arma em casa é um modo efetivo de proteção contra criminosos é errada. Vários estudos revelam que é muito mais provável que o indivíduo use uma arma contra seu parceiro ou parceria, ou ainda contra um membro da família, do que a use contra um estranho.

 

A campanha “entregue sua arma” em vigor é a oportunidade que você tem de se desfazer de sua arma e ser remunerado pelo governo, dentro da lei. Você pode receber de R$100 a R$300 de indenização. Quem tem uma arma, tem um problema. Essa campanha está aí para ajudar você a resolvê-lo.

 

Leia mais ...

Após ser elevada a patrimônio do mundo, Pampulha mira novas conquistas

A Pampulha sonhada por Juscelino Kubitschek, projetada por Oscar Niemeyer, ornamentada por Cândido Portinari e admirada pelos mineiros agora é bem cultural de todo o mundo. O conjunto moderno foi elevado ontem a patrimônio da humanidade, título concedido pela Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação (Unesco).

Porém, em meio às comemorações após enfrentar a concorrida disputa pela chancela internacional, o cartão-postal de Belo Horizonte mira novos desafios para manter o reconhecimento global, valorizar o acervo e atrair mais turistas, incrementando a economia da cidade.

Dentre as batalhas que ainda virão, a principal é colocar o Iate Tênis Clube, literalmente, no estaleiro. A Unesco considera como primordial a necessidade de jogar no chão o puxadinho construído na edificação, que descaracteriza a obra de Niemeyer. A busca por uma solução é mediada pelo Ministério Público, que tenta um acordo entre a diretoria do clube a Prefeitura de BH.

Outro imbróglio, que para muitos pode parecer utópico mas que começa a ganhar forma, é a despoluição da lagoa. A limpeza do espelho d’água tem previsão para ser finalizada em 2017. 

Intensificar

Além das intervenções físicas, que ainda contam com os restauros da Igrejinha e do Museu de Arte, medidas para acolher os visitantes precisam ser intensificadas. Quem frequenta a região clama por melhores sinalizações, mais opções de transporte e banheiros, dentre outras demandas.

Segundo a diretora do conjunto moderno da Pampulha, órgão vinculado à Fundação Municipal de Cultura, Luciana Rocha Féres – que estava em Istambul para receber o título representando o poder executivo –, um plano estratégico tem sido traçado com a participação de várias secretarias da prefeitura da capital.

Ela reforça, no entanto, que todas as ações previstas têm prazo de três anos para serem colocadas em prática. “Em 2019, a Unesco fará uma avaliação do complexo. Vamos supor que não esteja concluída uma obra, mas que a mesma está em curso. Isso será levado em conta. O que precisa existir é o compromisso”, afirma.

Atualmente existem apenas quatro banheiros na avenida Otacílio Negrão de Lima, ao longo da orla. Segundo a prefeitura, eles foram reformados e, para utilizá-los, a pessoa paga R$ 0,50. Não há projetos para novos. Já a Fundação Municipal de Cultura informou que todas edificações têm instalações sanitárias gratuitas para os visitantes.

Acesso

A BHTrans informou que disponibiliza “diversas opções aos usuários de todas as regiões da cidade para acessar a Pampulha”. Recentemente, no entanto, linhas turísticas implantadas deixaram de operar em função da baixa demanda. A empresa de transportes e a Belotur avaliam outras possibilidades de deslocamentos. Já com relação às placas de sinalização há um projeto especial com padrão exigido pela Unesco, que a prefeitura promete executar.

Leia mais:
Conjunto moderno da Pampulha é Patrimônio Cultural da Humanidade
Após susto em Istambul, votação da Pampulha como patrimônio mundial é retomada
Elogios, muita admiração e queixas não faltam de quem mora ou visita a Pampulha
Quinze casas modernas da Pampulha na mira do tombamento municipal
Polêmica em torno de puxadinho do Iate Tênis Clube pode parar nos tribunais
Aguardada restauração da Igreja da Pampulha começa em novembro, diz Iphan
De solução para o abastecimento de água a símbolo de BH, saiba e veja mais sobre a Pampulha
Ex-diretora do Museu de Arte da Pampulha quer ver o espaço revitalizado; PBH busca nova parceria
Reconhecimento da Pampulha como Patrimônio Cultural impede verticalização
Processo de candidatura da Pampulha foi iniciado há duas décadas e retomado há 4 anos


Em meio às comemorações, prefeitura garante melhorias

Poucas horas depois do anúncio da Unesco, o prefeito Marcio Lacerda reuniu a imprensa para celebrar a chancela internacional e destacou o trabalho que vem sendo realizado desde 2012 na busca do título. O chefe do Executivo municipal também prometeu melhorias.

Lacerda informou que aumentará o número de câmeras de videomonitoramento na Pampulha. “Temos que concluir o restauro do museu, da Igrejinha. A Praça (Dino)Barbieri precisa ser remodelada de acordo com o desenho original. Também queremos readequar a sinalização, manter um terminal de informação para turistas e cuidar do jardins”. 

Ele disse que a Belotur negocia pacotes de turismo com agências do Brasil de modo a atrair visitantes para a cidade.

Prazo

Com a eleição, a prefeitura terá três anos para adequar o conjunto arquitetônico da Pampulha às exigências da Unesco. Durante a votação que deu o título à cidade, ontem, o órgão internacional citou a degradação da lagoa e a conservação das construções originais.

Marcio Lacerda mencionou os investimentos no valor de R$ 100 milhões para desassoreamento da lagoa e os R$ 30 milhões pelo tratamento de choque da água, o que, promete a prefeitura, vai tornar possível a prática de esportes náuticos.

O prefeito também relatou ter conversado com Maria Estela Kubitschek, filha adotiva de Juscelino. “Ela me disse que, de onde está, o pai vai estar comemorando o título. É uma honra muito grande para Minas Gerais, fruto de um trabalho que já se estende há quatro anos e que vai tornar a cidade muito mais acolhedora para moradores e turistas”, frisou.

À espera

O estudante mexicano Cristian Tovar, de 22 anos, visitava Belo Horizonte pela primeira vez na manhã de ontem. Ele disse que, antes de sair do país, nem ele nem as amigas – as também mexicanas Karina Briseño, de 26, e Daniela Tovado, de 25 – encontraram informações sobre o conjunto. “Vou iniciar um intercâmbio em São Paulo e resolvi vir para Belo Horizonte. Cheguei até a Igreja por acaso. É muito bonita e ainda com um lago no entorno”.

Ele, porém, se assustou com a quantidade de lixo na lagoa e esperava encontrar uma balsa para passear. “Espero que o título dê mais opções de atividades”.

A empresária belo-horizontina Juliana Batistele, de 32 anos, segue a mesma linha. Passeando com o marido e os dois filhos, ela disse que, apesar de morar no Castelo (Pampulha), visita pouco o cartão-postal. “Não tem muito mais para fazer aqui que caminhar e admirar a paisagem. A gente agora vai ficar na expectativa de ver a lagoa despoluída e com mais opções de lazer para quem visita”.

Por dentro da Pampulha

Tirar uma foto ao lado de um dos imponentes edifícios do conjunto moderno da Pampulha, elevado ontem a patrimônio cultural da humanidade, é situação comum e vivida diariamente pelos visitantes que admiram as construções assinadas por Oscar Niemeyer (1907 – 2012).

Porém, quem tem a oportunidade de entrar nos monumentos pode contemplar também não só o traço curvo do concreto armado projetado pelo arquiteto carioca, mas uma gama de obras de arte, como a via sacra idealizada por Cândido Portinari, na Igrejinha da Pampulha.

Outro exemplo é a Casa do Baile. Capaz de despertar os olhares dos turistas pelas sinuosas curvas e colunas expressivas, o imóvel erguido em 1941 guarda relíquias da época de construção do complexo arquitetônico. Esboços do próprio Niemeyer, como a projeção da Igreja São Francisco de Assis, estão imortalizados nas paredes internas da entrada principal.

Já no Museu de Arte – primeiro projeto de Niemeyer para a Pampulha – pode-se perceber a concepção influenciada pelos trabalhos do arquiteto suíço Le Corbusier (1887 – 1965). A seguir, confira algumas dessas curiosidades presentes no interior das edificações, clicadas por Cristiano Machado, neste ensaio fotográfico.

 

Fonte: Hoje em Dia

Leia mais ...

O triste fim do "homem da camisa de ouro" na Índia

Datta Phuge ficou conhecido internacionalmente por seu amor pelo ouro.

 

Mais precisamente a partir de 2013, quando despertou a atenção de milhões ao comprar uma camisa feita com 3kg do metal precioso, pelo "módico" preço de R$820 mil

Sua história, porém, teve um final trágico nesta quinta-feira, quando o corpo do especulador imobiliário e agiota foi encontrado no balneário de Dighi, na Costa Oeste da Índia.

 

Segundo informações da polícia, ele, que tinha 48 anos, foi linchado por até 12 pessoas. Quatro pessoas foram presas e as autoridades disseram a jornais indianos que uma disputa envolvendo dinheiro resultou no assassinato.

O crime parece ter sido premeditado: um dos suspeitos em custódia teria convidado a vítima e seu filho, Shubham, de 22 anos, de quem era amigo, para uma festa de aniversário.

Lá, Phuge teria sido emboscado. Aparentemente, ele devia cerca de R$ 78 mil a um conhecido do filho. A polícia informou que Shubham testemunhou o crime.

Só não soube explicar por que Phuge, que normalmente andava cercado por seguranças, estava sem eles na noite do crime.

Datta PhugeImage copyright AFP Image caption Phuge pagou mais de R$ 800 mil por camisa de ouro em 2013

Escolha pelo metal

O especulador era invariavelmente fotografado com o corpo coberto de ouro. Tinha origens humildes, mas prosperou com a venda de imóveis e usou o capital para conceder empréstimos na região de Pune.

"Alguns me perguntam por que me visto com tanto ouro, mas isso sempre foi meu sonho. Há gente que quer ter um carro de luxo. Eu escolhi o ouro", disse Phuge à BBC, em 2013.

Diante de relatos da mídia indiana de que a camisa seria uma forma de impressionar mulheres, Phuge respondeu que não apenas era bem casado como tinha "comprado 500kg de ouro", sob a forma de joias, para a esposa.

A obsessão não parece apenas ser algo para os ricos na Índia: de acordo com especialistas em metais preciosos, das 18 mil toneladas de ouro disponíveis no país em 2013, dois terços estavam em áreas rurais. O ouro é visto como uma poupança alternativa para milhões de indianos sem acesso ao sistema bancário.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Notícias Regionais

Brasil e Mundo

Ponte Nova

Colunistas

Serviços

  • Esqueceu sua senha?
  • Esqueceu seu usuário?