Menu

Vereador Rubinho propõe alteração no Estatuto dos Servidores Municipais quanto à vacância de cargo público em decorrência de aposentadoria

As Comissões de Finanças, Legislação e Justiça e de Serviços Públicos Municipais vão analisar juntamente com as assessorias jurídica e legislativa da Câmara o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 4/2017, de iniciativa do vereador José Rubens Tavares (PSDB) que altera o art. 36 da Lei Municipal nº 1.522/1990 (Estatuto dos Servidores Públicos) para afastar a vacância de cargo público em decorrência de aposentaria pelo Regime Geral de Previdência Social.

A proposta de alteração do Estatuto dos Servidores Públicos destina-se a corrigir a redação do inciso VIII do art. 36, que se encontra maculado por vício de inconstitucionalidade desde 21/06/2002, quando os servidores públicos municipais foram vinculados ao Regime Geral de Previdência Social (INSS) por meio da Lei Municipal nº 2.604/2002, que altera o regime de previdência dos servidores públicos municipais titulares de cargos efetivos e estabilizados.

Com efeito, enquanto os servidores eram aposentados pelo regime próprio do Município, ou seja, diretamente pelo tesouro municipal, antes da edição da Lei 2.604, sua aposentadoria acarretava automaticamente a vacância do cargo, por força do art. 37, § 10, da Constituição Federal, que veda a percepção simultânea de proventos de aposentadoria decorrentes do art. 40, com a remuneração de cargo, emprego ou função pública, ressalvados os cargos acumuláveis na forma da Constituição.

Acontece que o art. 40 da Constituição trata exatamente do regime próprio de previdência e não do regime geral, tratado no art.201, não se configurando acumulação indevida de cargo público quando o servidor se aposenta pelo regime geral e continua no serviço público. Desse modo, deve ser afastada a ocorrência de vacância quando o servidor efetivo/estável aposentar-se pelo Regime Geral da Previdência Social (INSS).

Porém, desde 2002, por força da Lei Municipal nº 2.604/2002, os servidores municipais da administração direta e indireta, efetivos e estáveis, passaram a vincular-se ao Regime Geral de Previdência.

O vereador Rubinho já ressaltou anteriormente na Palavra Livre que na iniciativa privada a aposentadoria do empregado não constitui causa de demissão ou rescisão contratual por justa causa.

 

 

   
 

Cecília Braga

Assistente de Comunicação

 

Fone: (31) 3819-3267

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

www.pontenova.mg.leg.br

 

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74
Chácara Vasconcelos - CEP 35.430-037
Ponte Nova - Minas Gerais

Leia mais ...

A pedido dos lojistas do Centro, ACIP/CDL leva solicitação à Caixa

Na última sexta-feira (16/06), o presidente da ACIP/CDL, Noêmio Gomes Fernandes, esteve na Caixa Econômica Federal, onde se reuniu com o gerente geral da agência, Francisco Alexandre da Silva.

A visita aconteceu após uma reivindicação dos empresários associados da rua Benedito Valadares, no Centro Histórico. Segundo eles, em determinados dias, a fila de pessoas para entrar na agência da Caixa tem sido muito longa, obstruindo a entrada das lojas vizinhas. Ainda de acordo com os lojistas, muitos cidadãos têm sentado na fachada destes estabelecimentos, dificultando a entrada de clientes.

Pela parceria que tem com a Caixa em diversas ações, a ACIP/CDL levou a demanda até a instituição. O gerente Francisco se prontificou a buscar uma alternativa para minimizar os impactos da vizinhança, de forma que não os prejudique.

 

 

 

Leia mais ...

Vereador Hermano solicita informações sobre pagamento de quinquênio aos servidores #quinquênio

A indicação protocolada do vereador Hermano (PT), discutida e votada na reunião plenária de 19 de junho, solicita ao Executivo, informações sobre os procedimentos adotados para concessão e pagamento de quinquênio a servidores, esclarecendo se há o pagamento contínuo aos que fazem jus, e se o tempo de contrato conta para efeito de concessão. A demanda partiu de conversa com alguns servidores que o questionaram sobre o assunto.

Também procurado por servidores, o vereador José Rubens Tavares (PSDB) ressaltou que algumas administrações de Ponte Nova contaram o tempo de contrato para o pagamento do quinquênio e outras não e que a indicação é relevante para esclarecer as dúvidas dos servidores em relação à Lei.

 

   
 

Cecília Braga

Assistente de Comunicação

 

Fone: (31) 3819-3267

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

www.pontenova.mg.leg.br

 

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74
Chácara Vasconcelos - CEP 35.430-037
Ponte Nova - Minas Gerais

Leia mais ...

Direitos Humanos será tema de palestras do Projeto Diálogos

A inciativa é da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Câmara

 

O Espaço Multiuso da Câmara de Ponte Nova vai sediar, no dia 27 de junho, o Projeto Diálogos. Com o tema “Direitos Humanos: Para que e para quem?” essa edição do evento é uma inciativa da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Câmara de Ponte Nova em parceria com a Escola do Legislativo Vereador José Mauro Raimundi e a Fundação Presidente Antônio Carlos (FUPAC).

Na programação duas Palestras serão proferidas sobre o assunto. Os palestrantes são: o Vereador e Coordenador Técnico da Escola do Legislativo, Hermano Luís dos Santos e o Professor da Fundação Presidente Antônio Carlos (FUPAC) Samuel Gonçalves Pinto.

A ideia dos organizadores é debater a questão dos direitos humanos em três tempos. A primeira rodada de diálogo acontece no Espaço Multiuso da Câmara no dia 27 de junho entre 19 e 20:30 horas com palestrantes locais. A segunda rodada, também com palestrantes locais, está prevista para o mês de agosto no auditório da FUPAC e a terceira rodada em data e local a ser definido contará com palestras de autoridades estaduais em Direitos Humanos.

A proposta central é levar, para diversos setores da sociedade, mais informação e maior entendimento sobre o assunto, proporcionando embasamento, tirando dúvidas, discutindo conceitos e promovendo debates.

Representantes de entidades que atuam diretamente com a questão dos direitos humanos em Ponte Nova foram convidados para dialogar sobre o assunto. O evento é aberto a todos os interessados. Mais informações, sobre o Projeto Diálogos, podem ser obtidas diretamente na Escola do Legislativo, pelo telefone 31 3819 3255 ou email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

 

 

 

 

   

 

 

Ronaldo Fernandes

Assessoria de Comunicação

 

Fone: (31) 3819-3279

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

www.pontenova.mg.leg.br

 

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74
Chácara Vasconcelos - CEP 35.430-037
Ponte Nova - Minas Gerais

 

 

 

 

Livre de vírus. www.avast.com.

Leia mais ...

Notícias da Câmara Municipal de Ponte Nova

Aprovado Projeto que desburocratiza o processo de regularização das edificações

Foi aprovado na reunião plenária de 19 de junho o Projeto de Lei (PL) nº 3.543/2017que tem o objetivo de corrigir inadequações do Código Municipal de Obras em função de situações que são objeto de legislações específicas que normatizam a construção civil ou de outras leis que regulamentam o uso e a ocupação do solo no perímetro urbano. O PL recebeu emendas de redação das Comissões de Finanças, Legislação e Justiça e de Serviços Públicos Municipais.

A proposta do Executivo destaca o Habite-se, fruto de constantes questionamentos dos profissionais da área da construção civil. Uma das propostas é de que sejam aceitas pequenas alterações na obra executada em relação ao projeto aprovado desde que não impliquem em divergência superior a 5% entre as metragens da edificação e ainda seja respeitado o perímetro da edificação em relação aos respectivos afastamentos referentes às divisas do terreno e o gabarito.

O Executivo ao encaminhar a proposta para a Câmara ressaltou que as alterações são fundamentais para desburocratizar o processo de regularização das edificações e atender às reivindicações do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Vale do Piranga (Sinduscon).

Em 7 de junho, os vereadores das Comissões de Finanças, Legislação e Justiça, de Serviços Públicos Municipais e de Defesa do Meio Ambiente reuniram-se no plenário João Mayrink da Câmara de Ponte Nova com o secretário municipal de Obras, Wilson Dias, e a arquiteta da Prefeitura, Carla Romagnoli, para discutirem a proposta e tirarem dúvidas sobre o texto. O presidente do Sindicato, Nelson José Gomes Barbosa, também participou da reunião de Comissões para tratar do assunto.

 

 

 

 

Vereadora Aninha de Fizica pede providências quanto ao lixo e entulho depositados próximos ao CVT

Por meio de fotos, a vereadora Aninha de Fizica (PSB) comentou sobre o lixo que é depositado próximo ao CVT/UAITEC, na rua Assad Zaidan, em Palmeiras. A vereadora foi procurada por diversas pessoas que estão preocupadas com a situação. O local está repleto de ratos o que torna a retirada do lixo e do entulho uma questão de emergência. “Temos supermercados, restaurantes e escolas perto. É muito perigoso. Temos que olhar a saúde de maneira geral”, alertou Aninha.

Avenida Custódio Silva

A vereadora Aninha também comentou sobre o trânsito na avenida Custódio Silva e ressaltou a ocorrência de um acidente envolvendo três veículos. “Temos que tomar uma providência mais rápida”, disse Aninha, ressaltando a necessidade de se discutir a mobilidade em Ponte Nova e mudanças no trânsito da avenida.

 

   
 

Cecília Braga

Assistente de Comunicação

 

Fone: (31) 3819-3267

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

www.pontenova.mg.leg.br

 

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74
Chácara Vasconcelos - CEP 35.430-037
Ponte Nova - Minas Gerais

Leia mais ...

Aprovada a inclusão de serviço de mototáxi na Lei Orgânica do município #mototaxi

Por 12 votos favoráveis e um contrário do vereador Betinho (PDT) foi aprovada a Proposta de Emenda à Lei Orgânica (PELOM nº 1/2017) queinclui o serviço de mototáxi no sistema de transporte coletivo municipal. Após a aprovação em plenário, a promulgação caberá à Mesa Diretora e a regulamentação do serviço é de iniciativa exclusiva do Poder Executivo que poderá ou não fazê-la.

A proposta, que foi votada em dois turnos, com intervalo mínimo de 10 dias, e aprovada por dois terços dos membros da Câmara, é de iniciativa do vereador Montanha (PMDB) e recebeu também as assinaturas dos vereadores Sérgio Ferrugem (PRB), Antônio Carlos Pracatá (PSD), Machadinho (PT do B) e Chico Fanica (REDE). Matéria semelhante apresentada pelo então vereador Anderson Azevedo tramitou na Câmara em 2013, mas, foi retirada pelo autor e não chegou a ser votada pelo Plenário.

A Lei Federal nº 12.009/2009 estabelece regras gerais sobre a profissão de mototaxista, cabendo ao município regulamentar ou não a implantação do serviço em seu território. A Lei Orgânica do município de Ponte Nova não contempla tal serviço, razão pela qual qualquer medida quanto a sua regulamentação depende previamente da alteração da mesma.

O serviço de mototaxi é mais uma opção de transporte público, mas são poucas as cidades onde a profissão é regulamentada. O vereador Montanha destacou o crescimento desordenado do número de mototaxistas nos últimos tempos em Ponte Nova e defendeu a regulamentação e a necessidade de capacitação dos prestadores de serviço visando a sua própria segurança e dos passageiros.

Os vereadores foram unânimes ao afirmarem que o serviço de mototáxi é importante para o município por ser mais uma alternativa de mobilidade urbana. A vereadora Aninha de Fizica(PSB) entende que as pessoas que já trabalham com mototáxi deveriam ter prioridade para continuar prestando o serviço, caso o Poder Executivo opte pela regulamentação. Ela destacou que muitos dependem exclusivamente do serviço de mototáxi para manterem suas famílias. Em concordância com Aninha, a vereadora Fiota (PEN) salienta que a regulamentação é viável e correta, desde que não prejudique aqueles que fazem o serviço no município, que dele dependam e cumpram com suas responsabilidades. Ela também ressalta a necessidade de ampliação de diálogo com a categoria.

Antônio Carlos Pracatá (PSD) fez uma comparação com o serviço de táxi-lotação que já está previsto na Lei Orgânica do município e que, há mais de dez anos, ainda não foi regulamentado. “O que estamos votando aqui é simplesmente a integração do serviço de mototáxi na Lei Orgânica. Futuramente se o prefeito quiser fazer a regulamentação do serviço de mototáxi, enviará um Projeto a esta Casa para ser apreciado e votado”.

O vereador Hermano (PT) ressaltou que se o mototáxi for regularizado pelo prefeito, serão criadas normas que deverão ser cumpridas por todos os que prestam o serviço no município. Para Machadinho (PT do B), incluir o serviço de mototáxi e outros na Lei Orgânica é dever do vereador, porém, a partir de agora, cabe ao prefeito decidir pela regulamentação ou não do serviço, o que deve ser conversado entre ele e a categoria com apoio da Câmara.

Para o vereador André Pessata (PSC), o crescimento desordenado do número de mototaxistas precisa ser acompanhado por uma legislação. “Qualquer área profissional precisa de regras. O que estamos fazendo é dar autorização à Prefeitura para que ela decida. Não podemos ficar omissos”, disse Pessata, salientando que os prestadores do serviço no município, até o momento, têm se mostrado competentes e responsáveis.

“Não tenham esperanças de que as placas serão doadas ou cedidas. As placas serão licitadas. Não significa que as pessoas que estão trabalhando vão ser as mesmas” disse José Rubens Tavares (PSDB) enfatizando que se o prefeito regulamentar cabe a ele fazer o processo licitatório.

O presidente da Mesa Diretora, Leo Moreira (PSB), ressaltou que os vereadores estão cumprindo com a função regimental porque não dotar a Lei Orgânica do serviço de mototáxi há prejuízos para os taxistas, empresa de transporte coletivo e todos os serviços tributados que existem em Ponte Nova.

“A Câmara está aberta a todos os motoboys e mototaxistas para informações oficiais. Existe muita conversa de pessoas que não querem acrescentar ou esclarecer o debate”, destacou Leo convidando a quem tiver dúvidas ou quiser apresentar questionamentos sobre a Emenda à Lei Orgânica para ocuparem a Tribuna Livre e esclarecendo que as questões relativas à regulamentação devem ser discutidas com a Prefeitura.

A população tem o livre acesso as informações sobre este Projeto e os demais que tramitam na Câmara. Os mesmos são disponibilizados, na íntegra, no portal pontenova.mg.leg.br e podem ser acompanhados durante toda a tramitação até a votação final. Uma vez sancionado ou promulgado, as Leis também ficam disponíveis no portal. O atendimento ao público na Câmara funciona de segunda a sexta-feira, das 12h as 18h. Informações também pelo telefone (31)3819-3250.

 

Leia mais ...

Utilidade Pública: vacinação contra a raiva animal

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Vigilância em Saúde, comunica que a campanha de vacinação contra a raiva animal teve início no ultimo dia 05/06. A meta é aplicar as doses em 8.159 cães e 1.468 gatos até o dia 13/08. Neste ano, a campanha vai contar com postos volantes/carros que percorrerão toda a área do município sendo iniciada a campanha pela zona rural. (conforme cronograma abaixo)

A raiva é uma doença que se transmite do animal ao homem. É causada por vírus e é mortal tanto para o animal como para os seres humanos. A doença é transmitida pela saliva de um animal doente através da mordida, arranhão ou lambedura. O cão e o gato são transmissores, mas morcegos, macacos e raposa, por exemplo, podem passar a raiva.

A Vigilância em Saúde alerta, se houver mordedura, que se lave imediatamente o ferimento com água e sabão, procurando uma unidade de saúde municipal para a primeira avaliação, orientação e tratamento. No caso de animais, procure a Vigilância em Saúde (Semsa), se houver modificações de hábitos e comportamento, como: agressividade, recusa de alimentação e água, dificuldade para engolir, boca aberta e baba, procura por lugares escuros e latido diferente. As empresas que possuem grande quantidade de cães também podem fazer o agendamento na Secretaria de Saúde pelo telefone 3817-1120.

 

CRONOGRAMA VACINAÇÃO CANINA E FELINA 2017

DIA

LOCALIDADE

HORÁRIO/CARROS

05, 06, 07, 08/06

Pontal, Chopotó e região

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

09, 12, 13, 14 e 19/06

Ana Florência e região

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

20, 21, 22, 23,

26, 27

28, 29 e 30/06

 

Vau Açu e região:

Cantagalo, Cachoeirinha, Divisa de Guaraciaba, Bom Será, Massangano, Santa Helena, Cunha (Cheiro Verde), Vão Grande, Sesmaria, Gentio, Brito, Piãozinho, Três Tiros, Dioguinho

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

03 e 04/07

Passa Tempo, Lajes do Piranga, Ribeirão

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

05/07

Córrego do Ouro, divisa com Barra Longa

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

06 e 07/07

Ranchos Novos, Cedro, Nogueira, Sombrio e Estiva

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

 10/07

Vale Verde, Guarapiranga e Paraíso

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

11/07

Nova Almeida

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

11 e 12/07

Vila Oliveira, “Gavetão” e Santa Tereza

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

13 e 14/07

Santo Antônio, Cerâmica, Residencial Fortaleza e Sargaço

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

17, 18/07

Bairro de Fátima e Novo Horizonte

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

19 e 20/07

Palmeirense, Cidade Nova e São Pedro

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

21 e 24/07

Triângulo Velho e Vila Centenária

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

25 e 26/07

Triângulo Novo e São Judas Tadeu

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

27 e 28/07

Rasa e rua João Alves de Oliveira

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

31/07 e 01/08

Vila Alvarenga e Copacabana

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

 02 e 03/08

Esplanada e Central

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

 04 e 07/08

Pacheco e Progresso

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

08 e 09/08

São Geraldo e Vale Suíço

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

10 e 11/08

Rosário e Primeiro de Maio

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

12 e 13/08

Centro e Sumaré

7h às 11h  – 13h às 17h / 02 Carros

 

-- 

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação/ASCOM

Prefeitura de Ponte Nova

(31) 3819-5454 - ramal 235 / 3819-5485

www.pontenova.mg.gov.br / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Leia mais ...

|HNSD MAIS UM CICLO DE PRÁTICA DA CULTURA DOS 5 SENSOS -5S

Em 20/06, a equipe de Gestão Qualidade do HNSD se reuniu com os Auditores Internos do Programa 5S para  treinamento e preparação do  do primeiro ciclo de auditorias de 2017. Na ocasião, os auditores  do projeto institucional reconheceram a sua importância dentro hospital. Com apoio da mesa administrativa o projeto de auditoria se consolida na instituição como proposta de melhorias dos processos dos 5 Sensos : Sistematização, Seletividade, Sem sujeira, Socialização e Saúde .

Leia mais ...

DMAES tem nova identidade visual

O Departamento Municipal de Água, Esgoto e Saneamento atualiza sua identidade visual, refazendo logotipo e mascote. Desde 1992 a autarquia utiliza o mesmo logotipo, sem atualização. O projeto gráfico levou cerca de 3 meses para ser produzido e não custou nada aos cofres públicos, pois foi elaborado pela própria assessoria de comunicação.

A mascote, que está em uso desde 2006, também passou por atualização, criando composição 3D de uma personagem de corpo inteiro, humanizada, caracterizando-se como uma atendente, alguém que vem a frente do nome DMAES para abordagem direta a pessoas.

 

Por que mudar um logotipo?

 

Existem inúmeras razões para a mudança do símbolo e tipografia (marca e letras). Podemos citar que a principal delas é a modernização da linguagem de comunicação. O trabalho, na verdade, foi um re-design sobre o símbolo que já existia, tornando-o mais moderno, fluído, com voltas suaves e contexto de semiótica mais coeso.

Outro grande fator que interferiu na atualização é a identidade da nova gestão, que luta por melhorias constantes para a população e mostra serviço mais transparente, justo, completamente inclinado para a inovação. Uma marca nova é também o símbolo de mudança, de motivos transparentes pelos quais trabalhar. Ela marca um novo tempo e gera similaridade para ações diversas.

No caso da mascote, uma remodelagem mais moderna, que atenda às necessidades de ações práticas do DMAES e busca mais empatia seria de suma importância. A assessoria de comunicação entende que o público-alvo do DMAES não possui distinção, e nada melhor do que uma mascote estilo cartoon para atrair atenção de todos para temas importantes, sérios, que exigem maior engajamento. Seja idoso ou criança, a mascote cartoon cumpre seu papel e transmite com descontração qualquer informação.

Seu nome será Clarine, que remete a clareza, pureza, algo limpo, claro, transparente. Um nome simples, sugestivo, de fácil entendimento também para todos.

“O intuito de tal mudança, num contexto geral, é melhorar a comunicação do povo com a autarquia. Entendemos que é de suma importância uma comunicação perfeita, atuante, rápida, descontraída, para estreitar o relacionamento entre a empresa pública e a população no geral. Acreditamos que seja este o caminho para uma política mais justa e democrática.” – a direção.

 

 

 

Mudança de todo perfil

 

"Mas e aí? Vai ser gasto dinheiro na mudança de todos os locais com impressão da marca e mascote?"

 

Com certeza NÃO! A mudança das peças será feita aos poucos, de acordo com o desgaste natural, da renovação de estoque e/ou necessidade de novos produtos. Faremos desta forma para não inflar o orçamento público, comprometendo outras áreas.

 

Resumindo, queremos a renovação com qualidade e eficiência, traduzindo todo nosso empenho e trabalho, mas com consciência e justiça. A nova marca, também simboliza as ótimas intenções do DMAES para com a população, mostrando cuidado e capricho em cada detalhe além das obras.

 

 

 

 

 

Leia mais ...

Atletas de 18 municípios participarão da abertura do JIMI

Está marcada para esta quarta-feira (14/06), às 18h30, no Ginásio Poliesportivo do Esporte Clube Palmeirense, a solenidade de abertura oficial dos Jogos de Minas, evento de realização da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), com a colaboração das Prefeituras dos municípios participantes e das Federações Esportivas Mineiras.

A etapa microrregional dos Jogos de Minas, em Ponte Nova, acontecerá até o próximo domingo (18/06) com a participação de aproximadamente 700 atletas e dirigentes de 18 municípios mineiros. Além dos atletas de Ponte Nova, participam desta etapa esportistas dos municípios de: Acaiaca, Alvinópolis, Cajuri, Caputira, Caratinga, Conselheiro Pena, Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Ipatinga, José Raydan, Manhuaçu, Matipó, São José do Goiabal, Timóteo, Tumiritinga, Ubaporanga e Viçosa.

Serão 10 horas diárias de jogos realizados no Ginásio Poliesportivo do Palmeirense, Ginásio da Escola Nossa Senhora Auxiliadora, Quadra da Escola Estadual Professor Raymundo Martiniano Ferreira (Polivalente) e Quadra Poliesportiva da Escola Municipal José Maria da Fonseca. A cidade também ofertará alojamentos localizados nas Escolas Municipais José Maria da Fonseca, Doutor Otávio Soares e Reinaldo Alves Costa, na Escola Estadual Professor Raymundo Martiniano Ferreira (Polivalente).

O município se fará representar por seis equipes: Futsal (masculino), Voleibol (masculino e feminino) e Handebol (masculino e feminino). Após a cerimônia de abertura, a equipe de futsal masculino de Ponte Nova enfrentará a equipe da cidade de Acaiaca.

 

--

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação/ASCOM
Prefeitura de Ponte Nova
(31) 3819-5454 - ramal 235 / 3819-5485
www.pontenova.mg.gov.br / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Notícias Regionais

Brasil e Mundo

Ponte Nova

Colunistas

Serviços

  • Esqueceu sua senha?
  • Esqueceu seu usuário?